Você sabe como calcular a Margem de Contribuição?

A margem de contribuição é considerada um dos indicadores mais importantes de uma empresa.

Ela apresenta o valor que garante a cobertura dos custos fixos e o lucro que um empreendimento deve ter.

Assim, se é definida como uma ferramenta essencial para o planejamento e para a tomada de decisão. Vou te ajudar, de maneira simples, como você poderá chegar nesse valor.

Para chegar na margem de contribuição, você deverá calcular a diferença entre o preço de venda e os custos e despesas variáveis deste produto.

Com isso, você terá um valor que irá auxiliar no pagamento das despesas fixas e ainda formar o lucro.

Quando o preço de venda estiver menor que seus custos e despesas variáveis, a margem de contribuição será negativa e, consequentemente não haverá lucro.

O cálculo da Margem de Contribuição pode ser feito da seguinte forma:

Margem de Contribuição = Valor das Vendas – (Custos Variáveis + Despesas Variáveis)

Para exemplificar o cálculo da margem de contribuição, vamos utilizar dados fictícios de um restaurante com os custos variáveis de matéria prima, embalagem e energia elétrica:

Refeição Preço Matéria prima Embalagem Energia elétrica Margem de Contribuição
Prato 1 R$20,00 R$8,00 R$0,75 R$0,60 R$10,65
Prato 2 R$20,00 R$7,00 R$0,75 R$0,60 R$11,65
Prato 3 R$20,00 R$6,00 R$0,75 R$0,60 R$12,65
Prato 4 R$20,00 R$9,00 R$0,75 R$0,60 R$9,65
Prato 5 R$20,00 R$10,00 R$0,75 R$0,60 R$8,65

 

Podemos concluir que o prato 3 é a opção do cardápio com maior margem de contribuição para a empresa, já o prato 5 ficou com a menor margem de contribuição unitária.

Essa diferença de margem unitária se deu pelo fato do custo das matérias-primas serem diferentes em cada refeição.

Aprendeu a como calcular a margem de contribuição para fazer no seu negócio? Visite nosso site e veja a solução que temos para te ajudar.

Se ainda tiver dúvidas, fala com a gente!

Mateus Henrique – Sócio da Redde Consultoria